Hiperidrose – Fatores de risco

19 de julho de 2016

Causa pode ser genética ou motivada por algumas doenças, desde diabetes até gota.

Existem dois tipos de hiperidrose, uma que é herdada e outra que é adquirida. A primeira é transmitida de pai para filhos por meio de traço genético autossômico dominante.

Já a segunda é consequência de problemas emocionais ou de alguma doença, como distúrbio da glândula tireoide ou da hipófise, diabetes mellitus, tumores e gota.

Também pode ser um efeito da menopausa, consumo de certos medicamentos, envenenamento por mercúrio entre outros.

 Quando o paciente é colocado em uma situação que lhe gera ansiedade, medo ou agonia, os sintomas tendem a ficarem ainda mais severos.

Relacionados